btn-download

Serologia Infeciosa

As doenças infeciosas podem ser diagnosticadas e monitorizadas com o apoio da serologia infeciosa executada em laboratório.
A serologia infeciosa facilita a discriminação entre infeções agudas/recentes, passadas e a presença de anticorpos residuais.

Usualmente pesquisa-se os anticorpos das classes IgG e IgM, produzidos pelo organismo em resposta a um agente infecioso (antigénio). Classicamente, o primeiro anticorpo a ser produzido na infeção primária é da classe IgM, sendo, então, acompanhado pela produção de anticorpos da classe IgG. Os anticorpos IgM ficam presentes por um curto período de tempo, normalmente desaparecendo de três a seis meses após a infeção, enquanto os anticorpos IgG permanecem presentes por longo período, por vezes o resto da vida. Portanto, a presença de anticorpos IgM é indicativa de infeção aguda ou recente, e a presença somente de IgG, de infeção passada.

A pesquisa da avidez permite diferenciar infeção recente de infeção passada na presença de IgM residual, através da avaliação da capacidade de ligação dos anticorpos IgG, que é diretamente proporcional ao tempo de infeção. As determinações são feitas em amostras de soro e em alguns casos também em amostras de líquido cefalorraquidiano. 

Os métodos disponíveis, baseados na reação antigénio-anticorpo, são:

  • Imunofluorescência indireta
  • ELISA
  • Imunoblot

Os principais produtos que comercializamos são:

  • EBV, HSV, HEV, VZV, Parvovirus, Vírus tropicais
  • Chlamydia, Borrelia, Treponema pallidum, Helicobacter pylori, Rickettsia conorii, Coxiella burnetii, Bordetella pertussis, Brucella abortus, Legionella pneumophila
  • Leishmania donovani, Echinococcus granulosus
  • Candida albicans

LINKS

logo_diamedixlogo_ibl

DOCUMENTOS PARA DOWNLOAD